GEPS

Gestão Estratégica de Políticas Sociais

Visão Geral

Visão Geral GEPS

    Registro de todos os:
  • Atendimentos
  • Acolhimentos
  • Acompanhamentos
  • Encaminhamentos
    Registro das Concessões de:
  • Benefícios Eventuais
  • Benefícios Contínuos
    Registro de:
  • Visitas Domiciliares
  • Atendimentos em Equipe
  • Participação em Cursos, Grupos, Oficinas, Eventos
  • Acompanhamento de Medidas Socioeducativas
    Integração e Unificação de todos os Programas:
  • Federais
  • Estaduais
  • Municipais
    Vigilância, Monitoramento e Acompanhamento:
  • Evolução das Famílias
  • Atuação da Rede
  • Trabalhadores do SUAS
  • Resultados dos Programas e Projetos
  • Diagnósticos no Território dos CRAS
    Gestão do SUAS:
  • Gestão do Trabalho
  • Prontuário Eletrônico da Família
  • Indicador de desenvolvimento Familiar (IDF)
    • Protocolo de Manchester
  • Prestações de Contas (RMA, SIM, Conselhos)
  • Diagnósticos, Relatórios, Gráficos e Consultas conforme demanda dos Gestores
Integração e Abrangência

O Cadastro Único Municipal do GEPS é atualizado mensalmente a partir dos dados do Federal(Cadastro Único e Programa Bolsa Família) e de outros programas Estaduais e Municipais.

São inseridos manualmente os dados das Famílias que estão fora do perfil do CadÚnico e que também são atendidas e Acompanhadas nos CRAS e CREAS.

Segurança

Os dados inseridos no BD-Social são armazenado de forma 100% segura.

Controle de Acesso

O Controle de acesso ao sistema e aos dados das Famílias é 100% seguro e abrangente.

Sigilo

As informações das Famílias, conforme a lei, são mantidas no próprio Município, sob a guarda dos Gestores.

A Portulan não tem acesso a estes dados.

Cadastro Único Municipal


É o cadastro das todas as Famílias em situação de vulnerabilidade no Município.

É o “CadÚnico” municipal.

Importa os dados de todas as famílias já cadastradas no Cadastro Único Federal e vai mais além, são inseridas também todas as famílias que não tem perfil de CadÚnico e que no entanto são atendidas de alguma forma nos Equipamentos e Entidades da Rede.

É exatamente igual e contem os mesmos campos do CadÚnico.

As inserções e atualizações cadastrais realizadas pelos Técnicos do Bolsa Família no Cadastro Federal são importadas todo mês e integradas automaticamente.

Cadastro Municipal

Rede Socioassistencial


É o cadastro completo de toda a Rede Sócio-Assistencial do Município.

Centraliza e unifica os dados de todos os Equipamentos e Entidades da Rede e dos trabalhadores do SUAS, conforme o CadSUAS.

E vai além, inclui também os dados cadastrais completos de TODAS as Entidades parceiras, Entidades Estaduais, Municipais e Privadas de ensino, Associações de Moradores, Equipamentos próprios, Postos de Saúde (ESF, PSF…), Entidades religiosas, Conselhos, Etc. …

As entidades são agrupadas de acordo com sua área de atuação e abrangência.

E, visando facilitar o deslocamento das famílias e pessoas, as Entidades são referenciadas aos Território dos CRAS (e CREAS) a que pertencem, possibilitando priorizar e direcionar os Encaminhamentos dentro do próprio território.

Programas, Projetos, Serviços, Benefícios e Encaminhamentos


É o cadastro de todos os Programas, Projetos, Serviços, Benefícios e Encaminhamentos disponíveis e em atuação no Município (Inventário de Programas e Serviços).

Centraliza e unifica os dados referentes a todos os Programas e Benefícios disponibilizados pela Rede Sócio Assistencial, sejam eles Federais, Estaduais ou Municipais.

É cadastrado tudo que de alguma maneira é ofertado oferecido, concedido, disponibilizado ou doado através dos Equipamentos e Entidades da Rede.

Abrange tudo que de alguma maneira “beneficia” um indivíduo ou uma família.

Assim os benefícios podem ser:
Serviços:
  • Atendimentos, Visitas Domiciliares, Encaminhamentos…
Produtos:
  • Cesta Básica, Kit bebê, Coroa de flores…
Renda:
  • Bolsa Família, Renda Cidadã, BPC…

Territórios dos CRAS e dos CREAS


É o cadastro dos Territórios dos CRAS ( e dos CREAS).

Os bairros, conforme a nomenclatura oficial, são cadastrados e associados ao CRAS em cujo território estão referenciados, delimitando assim o “Território do CRAS”.

Como os Equipamentos e Entidades da Rede são referenciadas ao Território a que pertencem, os Encaminhamentos são feitos preferencialmente dentro do próprio território.

A partir daí é possível obter, entre outros, diagnósticos e relatórios estatísticos das Famílias, da Rede e histórico de Serviços e Benefícios, por Território.

E as equipes de cada CRAS, podem realizar o Monitoramento e Acompanhamento das Famílias dentro do seu território.

A gestão do SUAS pode obter diagnósticos e mapas de Vulnerabilidade, de Serviços e da evolução das famílias por território dos CRAS.

Territórios

Relatórios e consultas emitidos pelo GEPS


1. Quantidade de Atendimentos realizados por Entidade/Equipamento

É a quantidade total de atendimentos realizada em cada Entidade/Equipamento, em um período qualquer.

Expresso em Valores Absolutos (Qtd.), em Valores Relativos ( % ) e através de Gráficos.

2. Quantidade de Atendimentos realizados por Mês

É a quantidade total de atendimentos realizada em todas as Entidades/Equipamentos, Mês a Mês.

Expresso em Valores Absolutos (Qtd.), em Valores Relativos ( % ) e através de Gráficos.

BI

3. Quantidade de Atendimentos realizados por Entidade/Equipamento, por Mês

É a quantidade de atendimentos realizada em um determinada Entidade/Equipamento, Mês a Mês.

Expresso em Valores Absolutos (Qtd.), em Valores Relativos ( % ) e através de Gráficos.

BI

4. Quantidade de Atendimentos por Equipamento / Técnico
Apresenta a quantidade de:
  • Atendimentos / Acompanhamentos realizados
  • Serviços / Benefícios disponibilizados

por cada Técnico, mês a mês, em todos os Equipamentos da Rede.

(Eventualmente em um mesmo atendimento/acompanhamento o Técnico pode disponibilizar mais de um serviço ou benefício para a mesma família)

BI

5. Quantidade de Atendimentos por Técnico
Apresenta a quantidade de:
  • Atendimentos / Acompanhamentos realizados
  • Serviços / Benefícios disponibilizados

por todos os Técnicos, em todos os Equipamentos da Rede, mês a mês.

BI

6. Quantidade de Famílias referenciadas por Equipamento / Bairro

É a quantidade de famílias referenciadas dentro do território de cada CREAS / CRAS, por Bairro.

BI

7. Prontuário Eletrônico da Família

O Prontuário reflete os dados atuais e o histórico completo da Família.

Segue exatamente os moldes do prontuário do SUAS e vai além.

Contem os dados completos do Domicilio, da Família e de cada individuo.

Abrange informações sobre Saúde, Educação, Trabalho, moradores de rua…

Relaciona todo o histórico de recebimento de Serviços, Benefícios e de participação em atividades individuais, ou em Grupo, de cada membro da família.

Pode ser consultado On-Line em qualquer Entidade/Equipamento com acesso ao GEPS.

Pode ser impresso para facilitar visitas domiciliares e atendimentos fora da Entidade/Equipamento de referência.

Indicador da Vulnerabilidade das Famílias


O MDS (Ministério de Desenvolvimento Social) adota o IDF (Índice de Desenvolvimento Familiar) como principal indicador da Vulnerabilidade das Famílias Inseridas no CadÚnico e disponibiliza estes dados para os Municípios duas vezes ao ano.

O Indicador, e suas Dimensões, são calculados e armazenados mensalmente para todas as Famílias inseridas no Cadastro Municipal, o que possibilita o acompanhamento da evolução das Famílias ao longo do tempo, em todas as Dimensões do Indicador.

Assim é possível a visualização e acompanhamento do combate à Vulnerabilidade através de diversos Diagnósticos, nos Territórios dos CRAS, por Bairro, ao longo do Tempo.

As possibilidades de visualização e analise dos Indicadores são ampliadas através da utilização do Protocolo de Manchester, que é o padrão mundial de Classificação de Risco Adotado na área da Saúde, para Classificação da Vulnerabilidade das Famílias.

Protocolo de Manchester

Saúde – Avaliação de Risco (Pronto atendimento)

Assistência Social – Avaliação da Vulnerabilidade da Família

Protocolo de Manchester

Cadastro Municipal IDF